Tarraxas para guitarras e seus tipos

Existem diversos tipos de tarraxas para guitarras, cada qual com sua função, o que a torna um algo fundamental na hora de escolher a tarraxa ideal para sua guitarra? Entenda suas diferenças e os diversos tipos que existem:

Tarraxas semi Blindadas

Tarraxa Wilkinson Dourada LE- tarraxas para guitarras

Estas tarraxas compartilham tanto o sistema de funcionamento quanto o sentido de engrenagem de suas parentas, que seriam as tarraxas blindadas e a Machine Head. A sua maior diferença é que ela possui uma tampa de proteção para suas engrenagens, o que pode ser algo muito útil!

Tarraxas blindadas

Tarraxa Wilkinson Cromada LE- tarraxas para guitarras

Sendo as tarraxas mais comuns do mercado hoje em dia, essa tarraxa tem seu funcionamento todo baseado em suas engrenagens, mas a grande diferença das demais é que a região de suas engrenagens são seladas, o que explica o motivo de se chamarem Sealed Machine Heads.

Esse tipo de tarraxa não necessita de nenhum tipo de manutenção durante sua vida útil, pelo fato de ser selada, quando começar a haver problemas com a mesma, o melhor será substituí-la ou trocar o jogo inteiro.

Temos como exemplo:

  • Modelos blindados da marca Gotoh;
  • Modelos blindados da marca Grover para contrabaixo;
  • Modelos blindados da marca Grover.

Alguns fabricantes:

  • Schaller;
  • Gotoh;

Tarraxas para guitarras, com trava

Tarraxa Gotoh Preta- tarraxas para guitarras

As tarraxas com trava existem para solucionar o problema relacionado à desafinação de um instrumento, este tipo de tarraxas normalmente partilham do tipo de construção das blindadas, com a adição do update, que lhe permite limitar o comprimento da corda e não a deixa mudar de comprimento mesmo após um bend, como um lock nut de uma guitarra com ponte Floyd rose.

Cada sistema de tarraxa e fabricante tem um padrão de travamento que pode variar, basicamente todas elas com sistemas em ter um pino móvel que fica alojado dentro do posta da tarraxa que pressiona a corda quando apertado, desta forma faz com que a corda fique travada exatamente na mesma posição.

Temos como exemplo as tarraxas:

  • Hipshot com trava;
  • Sperzel com trava;
  • Schaller com trava.

Alguns fabricantes:

  • Sperzel
  • Schaller
  • Gotoh
  • Hipshot

Direção de funcionamento

Quando tratamos de engrenagens, o sentido de funcionamento é um algo essencial, ainda mais, quando se fala de tarraxas para guitarras.

No mercado de hoje em dia, ainda é possível encontrar jogos desenvolvidos para instrumentos de canhoto e destro, do mesmo modo, como é possível encontrar jogos híbridos. Os mesmos, utilizam uma determinada quantidade de tarraxas para guitarras de pessoas canhotas e outra para destros. Assim também, temos como exemplo as Les Paul’s que utilizam 3 de cada.

A durabilidade de sua tarraxa pode ser prejudicada se você utilizar um jogo que foi desenvolvido para destros em uma guitarra de canhoto, ou ao contrário.

Existem padrões de mercado que determinam o sentido de funcionamento da seguinte forma:

  • Guitarra de destro: 6 em linha ( temos como exemplo a Telecaster ou uma Strato de destro);
  • Guitarra de canhoto: 6 em linha reverso ( temos a Telecaster ou Strato de canhoto);
  • Guitarra de destro e/ou canhoto: 3+3 (temos como exemplo a Les paul).

Caso você queira uma guitarra com 7 cordas, você terá que comprar mais um jogo de tarraxas, pois a maioria das marcas não as vende individual, o mesmo poderá acontecer caso você queira um jogo 4+2.

Tipos de botões (Pegheads)

Os tipos de botões não implicam diferença alguma no funcionamento.

Normalmente cada marca cria seus desenhos e acabamentos de peghead, por isso, nem sempre será possível substituir o peghead de uma marca pela de outra.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *